Cidade Notícias Trânsito Veículos

Uso irregular de calçadas atrapalha passagem de pedestres em Catalão

lamartine

As calçadas estão se tornando uma extensão das lojas em avenidas comerciais de Catalão. Por causa disso, os pedestres têm que disputar lugar com as mercadorias, carros estacionados e muitas vezes são obrigados a andar pelas ruas, correndo risco de acidentes.

Essa situação é bem clara na Avenida Dr. Lamartine P. de Avelar, uma das mais movimentadas da cidade. “Sempre que a gente está andando tem carros, bares e lojas bloqueando o caminho”, disse o ajudante de serviços gerais José Ribamar.

Além dos produtos expostos, alguns motoristas estacionam carros e motocicletas sobre as calçadas.

empresa

Órgãos responsáveis pela fiscalização disseram que fiscalizações são feitas. Com relação ao uso das calçadas como extensão do ponto comercial, a Secretaria Municipal de Regulação, que é a responsável por essa parte, vem fiscalizando, orientando e até punindo os desrespeitosos. “Não pode, em hipótese alguma, o comerciante usar as calçadas para vender seus produtos. Nós conversamos com quem usa dessa prática em um primeiro momento, e se ele continuar, a gente o aciona na Justiça e ele pode até pagar multa”, explicou Cléber Roberto.

No caso das construções, Caio Henrique, estagiário na Secretaria de Obras, explicou que o uso das calçadas também não é licito para o construtor ou dono da propriedade. Ele contou que o Termo de Responsabilidade da Prefeitura exige que o responsável por qualquer obra assine o Alvará de Construção, que naturalmente o obriga a não utilizar os passeios. “Sua única solução é o uso das caçambas para o depósito de entulhos e de materiais, e ele deve ficar colocado na rua e não na calçada.”

construcao

Com relação a Superintendência Municipal de Trânsito de Catalão (SMTC), o dirigente, Adriano Macedo, disse que a repartição vem aplicando multas aos infratores. “É o que temos feito e até com muita frequência. O Código de Trânsito Brasileiro já faz essa recomendação, de não estacionar nas calçadas, sendo assim, não é preciso orientarmos. O proprietário de veículo automotor é que deve ficar atento”, observou.

Votado nesta terça-feira (06), alterações no “Plano de Diretor”, que orienta as ações para os próximos dez anos, demostra que há a preocupação em determinar áreas de expansão para fluidez do trânsito e a adequação das calçadas nestas que são consideradas principais vias de tráfego da cidade.

Com informações do Blog do Badiinho e do Blog do Mamede. 

Publicidade

Mais Catalão

Mais Assuntos

Publicidade